História

História

O antigo povoado Canto de Feijão, hoje Santa Helena está localizada no extremo Oeste da Paraíba com uma população de aproximadamente 5.369 habitantes conforme o último censo realizado pelo IBGE no ano de 2010. Limita-se ao Norte com a cidade de Triunfo, Sul com Bom Jesus e Cajazeiras, Leste com São João do Rio do Peixe e Oeste com o Baixio e Umarí no Estado do Ceará. A comunidade até então chamada de Canto de Feijão (nome sugerido devido a farta colheita do feijão na época) teve seu aceleramento estimulado em 1922, com a construção da Via Férrea-RVC – Rede Viação Cearense, hoje pertencente à Rede Ferroviária Federal S/A, e que naquela época estava ativada para o transporte de passageiros. A referida via férrea hoje funciona apenas no transporte de cargas e encomendas, ligando Fortaleza á Recife. Exatamente no local onde hoje fica a Sede Municipal, foi armado o acampamento dos trabalhadores da Ferrovia e logo após foram construídas as famosas casas de turmas, residências que seria abrigo para o pessoal da manutenção, estação e etc. Sua emancipação política ocorreu no dia 12 de dezembro de 1961.
O antigo povoado que teve como fundadores os Senhores Raimundo Luiz do Nascimento, Joaquim Alves de Oliveira e Gonçalo Vitoriano foi, inicialmente, chamado de “Canto do Feijão”. Haja vista a razoável produção do produto na região. Em 1927, Raimundo Luiz do Nascimento e um de seus empregados padeceram ante a sanha assassina do bando do Cangaceiro de Lampião que, procedente de Brejo das Feiras com destino ao Ceará, saqueou o povoado Canto do Feijão. Esse fatídico episódio deixou dona Rosa Ferreira do Nascimento, esposa do senhor Raimundo, viúva com três filhos (um ainda na barriga) e na miséria, sem ter nem mesmo onde morar. Sobreviveu às custas de seu trabalho como lavadeira.
Tendo sido morto pelo bando de Lampião o Raimundo Luiz do Nascimento, um dos fundadores do povoado Canto do Feijão, hoje Santa Helena , continuou seu parceiro Joaquim Alves de Oliveira na luta do desenvolvimento da localidade. Para tanto, fez ele a doação de uma faixa de terra para a construção da Capela que teve sua construção iniciada em dois lugares diferentes, somente em 1933 foi construída definitivamente no local onde se encontra, doando ainda toda a faixa de terra onde se localiza a rua Joaquim Alves de Oliveira com patrimônio da igreja.

Transmissão
e-SIC
Portal da Transparência
Portal da Transparência - Governo Federal
Licitações
Servidores
Tempo
Santa Helena - PB
Mín 19ºC
27º
Máx 35ºC
Predomínio de sol

Mais Lidas